Plano de Trabalho

 

 

(CIPA) Comissão Interna de Prevenção de Acidentes

2017/2018

1. Missão

Preservação da saúde e integridade física de todos os empregados e aqueles que interagem com a empresa; estagiários, bolsistas e terceirizados.
2. Visão

Ser reconhecida como CIPA participativa que promova a integração de todos os níveis da empresa e a conscientização sobre a importância e participação das efetivas ações de segurança no trabalho.
3. Valores

Atuar com transparência, comprometimento, trabalho em equipe. Ser participativa, promovendo a união de todos os trabalhadores em prol da efetiva segurança no trabalho e assim garantir o bem-estar dos trabalhadores da Embrapa Gado de Corte.
4. Objetivo Geral

Desenvolver atividades de prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo a tornar compatível a qualidade de vida e bem-estar dos empregados, estagiários, bolsistas e terceirizados.

5. Objetivos Específicos

• Observar e relatar as condições de risco nos ambientes de trabalho e solicitar ao responsável pelo setor medidas para reduzir e/ou neutralizar;

• Promover e divulgar o zelo pela observância das normas de segurança, bem como a promoção da Semana Interna de Prevenção de Acidentes (SIPAT);
• Desencadear ações em que os empregados da empresa competem indicar à CIPA situações de risco, apresentando sugestões para melhorias e observando as recomendações quanto à prevenção de acidentes, utilizando os equipamentos de proteção individual (EPIs) e de proteção coletiva fornecida pela empresa;

• Desencadear ações em que estimulem os empregados submeter-se a exames médicos periódicos previstos em Normas Regulamentadoras;
• Estabelecer relação de diálogo e conscientização, de forma criativa e participativa, entre gestores e colaboradores em relação à forma como os trabalhos são realizados, objetivando a melhoria das condições de trabalho, visando à humanização do trabalho.
6. Metas

6.1.0 – Capacitação da brigada de incêndio conforme NR 23 e NBR-14276;

6.1.1 – Capacitação de trabalhadores envolvidos com trabalho em altura – NR 35;

6.1.2 – Atuar com campanhas de educação sobre o tema velocidade máxima permitida dentro da unidade;

6.1.3 – Campanha do uso do cinto de segurança dentro dos ônibus que fazem o transporte dos empregados da unidade.

6.1.4 – Cumprir rigorosamente as reuniões ordinárias estabelecidas em calendário no início da Gestão;

6.1.5 – Tornar as reuniões mais práticas ouvindo os supervisores e empregados sobre ideias, sugestões e reclamações para definição da pauta de cada reunião.

6.1.6 – Criar em conjunto com SESMT (Serviço Especializado em Saúde e Medicina do Trabalho) mecanismos para realização de inspeção de segurança periodicamente.

6.1.7 – Capacitação de trabalhadores e membros da CIPA para NR 13 sobre vasos de pressão;

6.1.8 – Criação da caixa de sugestões da CIPA.

6.1.9 – Verificação dos sistemas de combate a incêndio: mangueiras, registros alarmes entre outros.

6.1.10 – Implantar junto com o SESMT e a montagem de kits de primeiros socorros definindo locais para sua disposição;

6.1.11 – Revitalização da sinalização de segurança vertical e horizontal inclusive as placas de trânsito da unidade.

6.1.12 – Promover a conscientização sobre a necessidade do uso de EPI – Equipamentos de Proteção Individual e EPC – Equipamentos de Proteção Coletiva.

5.1.13 – Alimentar periodicamente, o Hotsite da CIPA com assuntos correlatos ao trabalho, campanhas, dicas de segurança.

6.1.14 – Desenvolver o marketing da CIPA.

6.1.15 – Aquisição de painéis de acrílico para fixação dos mapas de riscos.

6.1.16 – Divulgar o endereço de e-mail cnpgc.cipa@embrapa.br e do Hotsite para contatos dos empregados;

6.1.17 – Disponibilizar também nos murais todos os atos da comissão e notícias referentes à CIPA, em conjunto com o NCO.

6.1.18 – Criar juntamente com o NCO a DSS dialogo semanal de segurança.

6.1.19 – Disponibilizar o Placar CIPA online na página inicial da Intranet da Embrapa Gado de Corte.

6.1.20 – Disponibilizar um atalho para o Blog da CIPA na página inicial da Intranet da Embrapa Gado de Corte.

6.1.21 – Inspeções nos setores de trabalho sempre que houver mudanças para verificações de condições de segurança.

6.1.22 – Fazer a integração da CIPA com as terceirizadas.

6.1.23 – Cobrar dos empregados o uso dos EPIs.

6.1.24 – Manter atualizada e inspecionar as FISPQ (Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos).

6.1.25 – Analisar situações problema que a CIPA levantou para discussão em reunião, e deliberação quanto às providências a serem tomadas.

6.1.26 – Analisar a cada reunião ordinária o andamento das metas deste plano.

6.1.28 – Adequar o Plano de Trabalho quando necessário, porém apenas quando extremamente pertinente;

6.1.29 – – Criar o prêmio destaque do ano o setor que mais se preocupou com segurança no trabalho e no uso do EPI.
7. SIPAT

Semana Interna de Prevenção de Acidente do Trabalho 2015, com o objetivo de atender a legislação vigente, em especial a NR-5 da Portaria 3.214/1978 do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego). Uma semana para promover a integração entre todos os empregados da instituição para discussões sobre as ações da Saúde e Segurança no Trabalho, através de campanhas, palestras e dinâmicas envolvendo diversos temas relacionados à saúde segurança do trabalho.
7. Ações propostas para SIPAT
7.1.0 – Definir data para realização. Estipulá-la no Cronograma de Atividades e incluí-la no calendário oficial da instituição;
7.1.1 – Promover palestras de profissionais da área;
7.1.2 – Criar mecanismo de integração e participação dos empregados, como gincanas, debates etc.

7.1.3 – Solicitar à Chefia-Geral que convoque, por meio de Ordem de Serviço, todos os empregados por instrumento específico, bolsistas e estagiários para participarem das atividades.

7.1.4 – Informar frequência ao SGP – Setor de Gestão de Pessoas.
7.1.5 – Promover palestras de Saúde do Trabalho, Trânsito, DST/AIDS, Prevenção de Acidentes, Tabagismo, Alcoolismo, Alimentação, Higiene Pessoal etc.

Resultados Esperados
• Empregados, bolsistas, estagiários e terceirizados conscientes da prevenção dos acidentes de trabalhos;

• Empregados, bolsistas, estagiários e terceirizados observando as normas de segurança do trabalho, bem como, utilizando Equipamento de Proteção Individual – EPI;

• Exames Médicos Periódicos realizados dentro dos prazos estabelecidos de acordo com o Cronograma Plano Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO;
Considerações Finais

Esperamos ao longo deste ano de gestão agir efetivamente na obtenção das metas elencadas neste plano de trabalho, assim como em situações pertinentes a segurança no ambiente de trabalho, proporcionando condições de melhorias na saúde, segurança e qualidade de vida dos trabalhadores que atuam na Embrapa Gado de Corte.

O desafio é grande diante deste cenário de mudanças e adequações, porém com o apoio e efetiva participação da Chefia e principalmente dos trabalhadores, nós membros da CIPA esperamos influenciar positivamente e decisivamente os trabalhadores da Embrapa Gado de Corte mostrando a importância de trabalhar com atenção e segurança usando EPI´s quando a atividade exigir assim, transformando seu local de trabalho em um lugar seguro e agradável para desenvolver suas atividades.

Carlos Alberto Soares Lubas                          Agnelson Martins Souza
Presidente da CIPA 2017/2018                    Vice – Presidente da CIPA

Clodoaldo Oliveira de Souza
Secretário

Membros

Evanir Pavão Amaral                                          Dimas Couto Neto

Ivan Farias Silveira                                             Henrique Silguero

Gelson Luis Dias Feijó                             Adao William Marques de  Arruda