Campo Grande,  
Notícias

::16/8 ::

Técnicos do CIAT reúnem-se com a Embrapa


Ontem a Unidade recebeu a visita de três técnicos do projeto de pastagem do CIAT – Centro internacional de Agricultura Tropical, são eles: Carlos E. Lascano, César Cardona e John Miles. Os membros do instituto foram recepcionados por pesquisadores da área de pastagens e pela chefia do Centro.
Carlos Lascano, líder do programa de forragens do CIAT e os demais técnicos chegaram ao Brasil no sábado, 7 de agosto. Na pauta da visita encontro com a diretoria, pesquisadores da Embrapa e visita aos Centros de pesquisa de Brasília e Campo Grande-MS. Na segunda-feira, 9, eles participaram de reunião técnica com a diretora Mariza Barbosa e pesquisadores onde discutiram programas de cooperação técnica científica. Ontem, aqui na Unidade eles foram recepcionados pela equipe de pesquisadores da área de pastagens e pelo chefe administrativo Geraldo Ramos Figueiredo. Pela manhã, o líder Carlos Lascano apresentou o programa de pesquisa em forragens do CIAT, em seguida o pesquisador César Miranda falou sobre o programa de pesquisa e desenvolvimento da Unidade. Os trabalhos da parte da manhã terminaram com a discussão de linhas de trabalho de interesse comuns em parcerias. O período da tarde foi reservado para visita nos campos experimentais de pastagens e laboratório de entomologia.
Conforme informou o colombiano Carlos Lascano o CIAT tem interesse em estreitar o relacionamento com a Embrapa e formalizar um intercâmbio técnico. “A Embrapa tem um programa ativo em forrageira que pode vir a complementar o que o CIAT vem realizando. Por exemplo: temos trabalhos com leguminosas arbustivas e a Embrapa com estilosantes. Além disso, a Embrapa e o CIAT poderiam intensificar a troca de experiências em metodologias na área de melhoramento de baquiarias e de panicum”, explica.
A pesquisadora Cacilda Borges do Valle que trabalha com melhoramento genético de braquiaria diz que será muito importante fechar um acordo de cooperação técnica e que a diretoria da Embrapa está se empenhando para que isso aconteça. Ela acredita que ainda este ano poderá fazer uma visita à Colômbia e comparar tecnicamente os estudos que estão sendo realizados aqui e no CIAT.
Desde 1988 estão sendo conduzidos na Embrapa Gado de Corte estudos com 455 acessos do gênero brachiaria coletados na África pelo CIAT. O capim xaraés, lançado pela Embrapa Gado de Corte, é fruto deste trabalho e é um capim que tem sido bem aceito pelos produtores. Outras quatro plantas já foram registradas e daqui algum tempo serão colocadas no mercado, tratam-se de três cultivares de brachiaria brizantha e uma de humidícola.

Redação
Eliana Cezar (DRT/SP nº15.410)
Embrapa Gado de Corte
Telefones: (67) 368-2142 ou 368-2023

Imagem
Josimar Lima

[Outras notícias]

 
  © Copyright 2004
Embrapa Gado de Corte.