You need to set up the menu from Wordpress admin.
abr 10, 2015
Josimar Lima do Nascimento
Comentários desativados em O pedido certo garante uma boa compra

O pedido certo garante uma boa compra

Ano 11 – nº 1.296

dsc_0227

Na última semana, um grupo de empregados deste Centro e outros da Empresa participaram de uma capacitação técnica em “Elaboração de Termo de Referência (TR)”, com o economista Paulo Rui Barbosa. O objetivo, segundo a equipe do Setor de Patrimônio e Suprimentos (SPS) da Unidade, foi para capacitá-los sobre todos os itens que compõe um TR, focando na importância de uma correta elaboração que garanta legalidade ao processo e qualidade de produtos.

 

Os funcionários da Gado de Corte, Florestas, Agrossilvipastoril e Agropecuária Oeste que trabalham na área de licitação, além daqueles que fazem pedidos de compras de materiais de consumo e equipamentos com mais freqüência, esclareceram suas  dúvidas em relação ao assunto e observaram como um descritivo técnico bem-feito é indispensável no processo de compra. “As regras da licitação são estabelecidas no edital e um bom edital depende dos dados que constam na lei e no Termo”, ressalta Rui Barbosa.

 

Para o criador do Programa Gerenciador do Pregão (PROGEP), na forma presencial, é de extrema importância que o requisitante trabalhe em conjunto com a equipe de compras da empresa, “pois ninguém melhor que ele para detalhar o serviço e ao final ter suas necessidades satisfeitas. Uma boa aquisição depende de um bom pedido”. Para ele, “é uma ação integrada, descompartibilizada, na qual se peca pela abundância de informações, não ausência”.

 

Solange Cristina Bergamo, responsável pelo SPS em Colombo-PR (Embrapa Florestas), destaca que a “licitação não é o mal do serviço público e sim as falhas que ocorrem durante o processo, e o TR é a raiz de uma boa compra”. Bergamo também aponta que pedidos inconsistentes e carentes de pormenores não conseguem atender às expectativas dos solicitantes.

 

dsc_0732

E ao identificar as falhas no processo, Evanir Pavão Amaral, acredita em melhorias e o novo modelo de Pedido de Compras, disponibilizado pelo SPS local já para este ano, reforça a “necessidade de descrever melhor os materiais e os serviços pretendidos, bem como, as obrigações da contratada, contratante e informações como local, forma e prazo de entrega” e tudo dentro da legislação que abrange as licitações.

 

Atuando como analista em prospecção, Walmor Romeiro Saldanha, conta que inúmeras vezes um preenchimento equivocado já levou a compras insatisfatórias e apesar de não ser do setor específico, ele auxilia a transferência de tecnologia e a comunicação da Unidade em Dourados nas compras e observa “a enorme falta de conhecimento e dificuldade em especificar o que se deseja”. O treinamento foi dividido em duas partes, teórico e expositivo, com 15 horas de capacitação.

 

Redação e fotos: Dalízia Aguiar

Comments are closed.

Anos anteriores