You need to set up the menu from Wordpress admin.

Chefe do DPD visita a Unidade, conhece campos experimentais e fala de gestão de projetos

Ano 11 – nº 1.301

moretti 165

A visita na Unidade do chefe do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento (DPD), Celso Luiz Moretti, nesta terça, 19, foi exaustiva; incluiu reuniões com gestores, supervisores, coordenadores e técnicos, e ida a campos experimentais e laboratórios.

 

O DPD é uma Unidade Central técnico administrativa, subordinada ao presidente da Embrapa, e supervisionada pela diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento. O DPD responde pela carteira de projetos de pesquisa e atua como facilitador da articulação, composição, execução e acompanhamento da programação e da gestão das informações e resultados da pesquisa. Nas apresentações Moretti falou da atuação do DPD, suas principais atribuições e de processos de formação e avaliação de portfólios e arranjos na Embrapa. Abordou questões como melhoria de processos, de programação e execução de macroprogramas, carteiras de portfólios e arranjos, realizações como a apresentação de seminários nas unidades a respeito do Sistema Embrapa de Gestão (SEG), adotado pela empresa em 2002, que introduziu alterações no sistema de planejamento de ações de pesquisa e desenvolvimento, transferência de tecnologia, comunicação, dentre outras.

 

O gestor ouviu também a Unidade, a chefe de pesquisa, Lucimara Chiari falou da programação de pesquisa do Centro e das contribuições e impactos gerados pela Unidade. Algumas preocupações e questionamentos foram colocados aos quais ele respondeu. Para Pedro Paulo, chefe da Transferência de Tecnologia, Moretti falou do apoio do DPD às ações da Transferência, as conquistas e dos avanços nos processos que não vão parar. Quanto às preocupações levantadas por pesquisadores o gestor disse que vai encaminhá-las aos grupos de trabalho visando buscar soluções e que todas as sugestões são bem-vindas. “Os problemas levantados tem suas razões e são sérios e a diretoria está empenhada em resolvê-los”, disse Moretti em entrevista.

 

Ele conheceu experimentos como o ILPF, confinamento e a área de melhoramento de forrageiras, além de, no final do expediente, visitar os laboratórios da Sanidade Animal – NB3, PENSA e NANOBIOTEC. Moretti comentou de forma positiva a sua visita à Unidade. “Eu volto revigorado e energizado de tudo que ouvi e vi daqui”.  Ele já conhecia a Unidade, e esteve aqui em 2010, e desta vez, segundo ele, pode perceber quanto o Centro evoluiu. “Vi o melhor confinamento, o nível de seriedade com que é conduzida a pesquisa com pastagens e os avanços do sistema ILPF”. O que chamou atenção do chefe do DPD foi o grau de entusiasmo dos pesquisadores que apresentaram os programas de pesquisa, como por exemplo, a de melhoramento genético das forrageiras. “Senti entusiasmo e motivação tanto dos pesquisadores mais jovens quanto dos mais experientes”, declarou.

 

Para o Chefe-geral da Unidade, Cleber Soares, a visita do Chefe do DPD foi importante em vários aspectos. “Tivemos a oportunidade de mostrar toda nossa programação de pesquisa e como os resultados estão impactando a cadeia produtiva da carne e, consequentemente, a sociedade que espera da Embrapa resultados positivos”. Cleber Soares citou também que a visita do gestor do DPD foi importante para fortalecer o relacionamento com a UD, pesquisadores e a Transferência de Tecnologia.

 

Clique aqui e veja as fotos da visita

 

Redação e fotos: Eliana Cezar

1.731 Comments